PROGRAMA LIRAA OBSERVA QUE MUNICÍPIO ESTÁ EM RISCO MÉDIO DE EPIDEMIA.
14 março 2019 - 15h32
Visualizações: 99

Com a realização do Levantamento de Índice Rápido para o Aedes Aegypti (LIRAA), eram 339 imóveis programados para serem inspecionados, porém foram 372 imóveis inspecionados, dos quais resultaram 14 amostras e, destas, 11 foram de Aedes Aegypti, colocando o município em risco médio de epidemia.
As amostras foram encontradas, em sua maioria, em água coletada da chuva, (caixa de água, toneis e bromélias). Água esta que a população utiliza para lavar calçadas e molhar verduras, entre outros usos.
De acordo com a secretária de saúde Evandra Rossi, é importante que a população não armazene água em nenhum tipo de recipiente, pois nossa cidade está com risco médio de epidemia.
CUIDADOS COM A DENGUE
A Dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. É uma doença viral que se espalha rapidamente no mundo. A ação mais simples para prevenção da dengue é evitar o nascimento do mosquito, já que não existem vacinas ou medicamentos que combatam a contaminação. Para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para a reprodução
A regra básica é não deixar a água parada em qualquer tipo de recipiente. Como a proliferação do mosquito da dengue é rápida, além das iniciativas governamentais, é importantíssimo que a população também colabore para interromper o ciclo de transmissão e contaminação. Para se ter uma ideia, de 30 a 35 dias de vida, um único mosquito pode contaminar até 300 pessoas.
É muito importante que todo criadouro seja eliminado. É bom lembrar que o ovo do mosquito da dengue pode sobreviver até 450 dias, mesmo se o local onde foi depositado o ovo estiver seco. Caso a área receba água novamente, o ovo ficará ativo e pode atingir a fase adulta em um espaço de tempo entre 2 e 3 dias. Por isso é importante eliminar água e lavar os recipientes com água e sabão.
SINTOMAS DA DENGUE
Dor de cabeça, dor no corpo, mal estar, dor nos olhos.
Esses sintomas podem indicar a dengue. Exame de sangue pode ajudar no diagnóstico.

Fonte: Fonte Agência de Jornalismo

veja também
Brasil tem 24.512 mortes causadas pelo novo coronavírus, aponta balanço do Ministério da Saúde
Homem morre após cair dentro de um silo em Vacaria
publicidade