Ibiaçá pode ter Escola Cívico-Militar ainda neste ano
26 janeiro 2021 - 10h29
Visualizações: 396

Ibiaçá deve implementar, ainda neste ano, o modelo de Escola Cívico-Militar em uma de suas instituições de ensino. A intensão de aderir à modalidade foi manifestada em reunião, nesta segunda-feira (25), entre o prefeito Ulisses Cecchin e o representante do grupo que coordena o programa no estado, João Andrades.

Andrades é assessor do deputado estadual Tenente-Coronel Zucco, autor da proposta que criou o sistema de ECM no Rio Grande do Sul. O encontro aconteceu no gabinete do Executivo e contou com a presença do vice-prefeito, Jones Cecchin.

O chefe do Executivo entregou o ofício que confirma a intenção de aderir ao programa e indica a Escola Municipal Ricardo Durigon para enquadramento ao projeto. Embora ainda seja uma solicitação, já há a manifestação positiva por parte da comissão estadual. “Eu acredito que a Escola Cívico-Militar se encaixa na realidade de Ibiaçá. É uma necessidade que vai agregar muito pra sociedade, especialmente no médio e longo prazo. Queremos que o professor tenha liberdade para fazer a formação educacional do aluno, transmitir o conhecimento, e deixar para que o militar faça a parte disciplinar, ensine valores. Isso vai refletir na sociedade, na escola e na família, porque o aluno vai ter um comportamento diferente. E também nas notas do aluno. Como município, almejamos o crescimento significativo no IDEB que esse modelo tem proporcionado. Então, acredito que vai agregar muito para nós e espero que essa ação possa contribuir para a nossa sociedade”, afirmou o prefeito.

O modelo estadual segue o formato do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares e prevê o retorno de militares da reserva para atuarem na monitoria das escolas municipais. Por meio de um convênio firmado entre prefeituras e o Governo do Estado, um policial volta à ativa para cada 100 alunos atendidos pela instituição de ensino participante.

Atualmente, quase 300 alunos estão matriculados na Escola Ricardo Durigon.



Fonte: Rádio Tapejara

veja também
Governador suspende sistema de cogestão e decreta bandeira preta em todo o RS por uma semana
Passo Fundo receberá mais 3.340 doses das vacinas contra a Covid-19
publicidade