Médium é investigado por suspeita de abuso sexual em Venâncio Aires
12 novembro 2019 - 11h24
Visualizações: 32

Um homem de 64 anos que atua como médium é investigado pela Polícia Civil, em Venâncio Aires, no Vale do Rio do Pardo, por suspeita de abuso sexual. Nesta segunda-feira (11), foi cumprido um mandado de busca e apreensão no centro espírita onde o ele atua.
No local, foram encontrados diversos tipos de remédios, sendo que alguns estavam vencidos. Três mulheres já prestaram depoimentos na delegacia, assim como o líder espiritual, que esteve acompanhado do advogado e preferiu não se manifestar.

"As mulheres compareciam ao centro de atendimento e saíam de lá perplexas com o tratamento que era dado", diz Vinícius Lourenço de Assunção, um dos delegados que investiga o caso. "Muitas vezes passando a mão, às vezes oferecendo tratamentos noturnos, com exclusividade, beijos forçados e oferecimento de carícias."

Conforme a Polícia Civil, as denúncias começaram no início de outubro. O homem, que é de Canoas, atua duas vezes por semana no centro espírita de Venâncio Aires, que existe há 20 anos, mas também atua na cidade da Região Metropolitana.

"Nós temos casos mais antigos, casos de dois anos atrás, de pessoas que abandonaram o centro. Muitas mulheres acabaram desencorajadas. Elas sofreram esses abusos no passado, e por achar que nada seria feito, acabaram deixando de lado. Não informaram a polícia e até familiares por vergonha, por uma série de razões. À medida que a polícia tomou conhecimento desses primeiros casos, outras pessoas que também sofreram abusos se encorajaram para relatar casos semelhantes", completa o delegado.

Fonte:G1/RS





veja também
CAIXA LIBERA VALOR COMPLEMENTAR DO SAQUE IMEDIATO A PARTIR DE 20 DE DEZEMBRO
Transito - Acidente deixa 05 mortos em SC
publicidade