Warning: mysql_data_seek() [function.mysql-data-seek]: Offset 0 is invalid for MySQL result index 16 (or the query data is unbuffered) in /home/storage/a/89/3b/cristalinafm/public_html/header.php on line 339
VEJA
TODOS
OS ANÚNCIOS
Primeira 'cidade provisória' de Porto Alegre será inaugurada nesta quinta para receber desabrigados por enchentes, diz governo
10 julho 2024 - 15h43
Visualizações: 296

O governo do estado confirmou para esta quinta-feira (11) a inauguração do primeiro Centro Humanitário de Acolhimento (CHA) de Porto Alegre. Também conhecidos como "cidades provisórias", os espaços acolherão as pessoas desabrigadas pelas enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul durante o mês de maio até que casas definitivas sejam construídas.

Na cidade, há 929 pessoas fora de casa recebendo acolhimento em 19 alojamentos provisórios.

A nova estrutura fica atrás do Centro Vida, localizado na Avenida Homero Guerreiro, Zona Norte da Capital. Ele tem capacidade para atender de 848 pessoas, que devem começar a chegar ainda na quinta. O Centro Vida é um centro de atividades e eventos que já abriga cerca 400 pessoas temporariamente.

A estrutura do CHA da Capital será diferente da de Canoas, onde casas modulares cedidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) foram montadas.

A infraestrutura é a mesma utilizada em hospitais de campanha e outras estruturas emergenciais instaladas pelo poder público e pela iniciativa privada durante a pandemia de Covid-19: são 122 unidades modulares, em formato de tenda e sustentadas por estruturas metálicas. Divisórias internas foram montadas para definir os espaços ocupados por cada família – com o objetivo de garantir privacidade. Elas estão dispostas em uma área de 9 mil m².

As unidades estão distribuídas em alas. Cada ala será dividida em sete dormitórios masculinos, sete dormitórios femininos, 96 unidades para grupos familiares de até cinco pessoas, seis unidades para grupos familiares de até 10 pessoas e seis dormitórios LGBTQIA+ para até oito pessoas cada, além de 50 berços.

Também haverá assistência médica e social, atividades de integração e apoio psicológico e acompanhamento por psicopedagogos e pediatras especializados em desenvolvimento infantil para as crianças.





Fonte: g1 RS.

veja também
Fóssil de dinossauro é encontrado parcialmente exposto após ação das chuvas em enchente no RS
Grupo Ambiental da BM realiza vistorias em Tapejara
publicidade