Warning: mysql_data_seek() [function.mysql-data-seek]: Offset 0 is invalid for MySQL result index 16 (or the query data is unbuffered) in /home/storage/a/89/3b/cristalinafm/public_html/header.php on line 339
VEJA
TODOS
OS ANÚNCIOS
Serviço de Hemoterapia busca voluntários para doação automatizada de plaquetas
06 fevereiro 2024 - 09h45
Visualizações: 244

O Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, registrou uma boa procura de candidatos para a doação de sangue em 2024. Só em janeiro foram feitos 845 cadastros com 785 doações efetivadas. Em razão do estoque positivo de sangue, o foco da campanha pré-carnaval deste ano é a busca por novos voluntários que façam uma doação automatizada de plaquetas, também conhecida como plaquetaférese.

O QUE É A DOAÇÃO DE PLAQUETAS POR AFÉRESE?

A aférese é a separação dos componentes do sangue por centrifugação, por meio de um equipamento automatizado. O sangue do doador é captado e a máquina separa apenas as plaquetas. O sangue retorna ao organismo do doador pelo mesmo acesso venoso. O procedimento dura em média 90 minutos e consiste na retirada das plaquetas. Neste modelo, as plaquetas coletadas de uma única pessoa equivalem de seis a oito doações tradicionais de sangue.

A médica gestora do Serviço de Hemoterapia, Dra. Cristiane de Silva de Rodrigues Araújo, explica que o setor precisa, diariamente, de pelo menos cinco doadores por aférese para suprir a demanda do atendimento hospitalar. "Nos Hospitais referência em casos de Urgência, como o HSVP, esse componente é fundamental para conter graves hemorragias, pois tem a função de ajudar na coagulação do sangue. Por isso, as plaquetas beneficiam muitos pacientes, principalmente os de cirurgias cardíacas, tratamento oncológico e vítimas de politraumas, comuns em acidentes de trânsito".

QUEM PODE SER UM DOADOR DE PLAQUETAS?

O interessado em se voluntariar para esse modelo de doação precisa atender alguns requisitos, como: ter idade entre 16 e 69 anos; ser uma pessoa saudável; ter realizado uma doação tradicional de sangue nos últimos 12 meses; pesar no mínimo 60 kg; não ter ingerido alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem ao procedimento; e possuir bom acesso venoso para a coleta. A reposição de componentes do sangue acontece entre 24 e 48 horas após a doação.

O agendamento dos doadores de aférese é feito diariamente pelo Serviço de Hemoterapia, mas em razão do período pré-carnaval um "Dia D"especial para doadores de plaquetas está sendo programado para o sábado que antecede a folia, 10 de fevereiro. Quem quiser fazer uma doação deve procurar o serviço localizado na Rua 15 de Novembro, no prédio da Radioterapia – nº 485, 5º andar. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 8h às 14h. Mais informações pelo telefone (54) 3316 4087.

POSSO DOAR SANGUE ANTES DO CARNAVAL?

Apesar do número de bolsas de sangue ser considerado suficiente para atender a demanda do período, a Dra. Cristiane de Silva de Rodrigues Araújo reforça que os tradicionais doadores são muito bem-vindos ao setor. "Todos os tipos sanguíneos são importantes, pois para atendermos nossos pacientes são necessários 80 candidatos e 60 doações efetivas por dia. Mas o fator Rh negativo é o mais urgente, como O- que por ser doador universal é o mais utilizado na rotina hospitalar", explicou a responsável técnica.

Para doar sangue o voluntário, assim como os doadores de aférese, também precisam estar bem de saúde. O processo é o mesmo para todas as idades, no entanto, quem tiver 16 e 17 anos precisa apresentar um termo de consentimento assinado ou estar na presença dos pais ou responsáveis. O documento obrigatório está disponível no link https://hsvp.com.br/download-de-documentos na aba termo de consentimento livre e esclarecido.

Legenda 1: Plaquetas coletadas de uma única pessoa equivalem de seis a oito doações tradicionais de sangue

Legenda 2: O procedimento automatizado para coleta de plaquetas dura em média 90 minutos

Legenda 3: Serviço de Hemoterapia também realiza a extração de plaquetas a partir de doações totais de sangue

Créditos: Ana Paula Koenemann - Comunicação HSVP Passo Fundo

veja também
Suspeito de transmitir HIV intencionalmente no RS: saiba por quais crimes homem é investigado
Mãe e filho morrem após acidente na BR-290, em Arroio dos Ratos
publicidade