Ação na Justiça busca o cancelamento das eleições municipais de Tupanci do Sul
29 dezembro 2020 - 11h56
Visualizações: 603

A coligação Unidos por Mais Conquistas – PSDB/PSD/PL, do candidato à reeleição Foscarini, ajuizou uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral.

Segundo o advogado Rafael Politano, que atua em escritório especializado em Direito Eleitoral na capital gaúcha, foram apresentadas à Justiça Eleitoral denúncias graves que envolvem o prefeito eleito Preto Favreto (PP) e seu vice. Vídeos que expõem supostas compras de voto, trocas de mensagens que também estariam relacionadas com o crime e relatos de pessoas que tiveram os documentos apreendidos, seriam algumas das provas apresentadas.
Rafael disse que em um dos casos, um eleitor ganhou uma CNH para votar em Favreto. Ele espera que após encerrado o prazo para defesa, o Juiz Eleitoral se manifeste e casse a chapa eleita com vista a realizar nova eleição.

Em Tupanci do Sul, a eleição foi decidida com seis votos de diferença. Preto Favreto (PP) fez 669 votos e Foscarini (PSDB), 663 votos.

A coligação acusada deve se manifestar nesta semana.

Informações: Tua Rádio Cacique

veja também
PRF prende traficante transportando cocaína avaliada em 1 milhão e meio de reais em rodovia gaúcha
Distribuição das doses da vacina de Oxford começa na segunda-feira em Santa Catarina
publicidade