Latrocínios têm queda de quase 30%, e roubos a bancos crescem 20% em 2018 no RS
09 janeiro 2019 - 13h30
Visualizações: 73

Enquanto casos de latrocínio caíram 29,9% em 2018, em comparação com 2017, roubos a bancos cresceram 20% no mesmo período no Rio Grande do Sul, segundo dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) nesta quarta-feira (9).

Foram 89 ocorrências de latrocínio em 2018, contra 127 do ano anterior. Já quanto aos roubos a bancos foram registrados 13 casos a mais neste último ano.

O balanço mostra também que houve diminuição nas ocorrências de homicídios (21,8%), roubo de usuários de transporte coletivo (38,8%), furtos (9%) e abigeato (25%).

Ataques a bancos em 2018

No início de dezembro, um ataque a agências bancárias em Ibiraiaras, no Norte do Rio Grande do Sul, deixou um refém e seis suspeitos mortos. Segundo a Prefeitura de Ibiraiaras, assaltantes obrigaram reféns a formarem um cordão humano na rua onde ficam os três estabelecimentos. Depois, fugiram levando alguns dos moradores e funcionários rendidos.

No mesmo dia, um outro ataque ocorreu em uma agência bancária de Três Palmeiras, também no Norte do RS. Cinco assaltantes encapuzados teriam feito cordão humano com clientes e funcionários, e espalhado pregos retorcidos pelas ruas da cidade. O grupo fugiu levando o segurança como refém, que foi liberado pelos criminosos sem ferimentos.


Violência contra a mulher
A SSP também divulga os índices de violência contra a mulher. Neste caso, são cinco crimes analisados. De 2017 para 2018, os feminicídios consumados, quando há morte de mulheres pela condição do gênero, aumentaram 40,9%. Também apresentaram aumento estupros, 3%, e feminicídios tentados: 9,5%.

Tiveram queda no período os crimes de lesão corporal (-4,9%) e ameaça (-0,8%). Leia a matéria completa sobre esses dados.

veja também
Ibiaçá Realiza repovoamento de rios e sangas e a entrega de Alevinos a produtores do município
Prorrogadas as inscrições para concurso da prefeitura de Santo Expedito do Sul
publicidade