Liliane foi morta com golpe na cabeça e jogada no Rio Pelotas já sem vida
07 outubro 2020 - 14h58
Visualizações: 1754

A Polícia Civil divulgou a causa mortis de Liliane Lopes Marques, de 29 anos, que foi encontrada boiando na margem do Rio Pelotas, na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina. Segundo o Delegado José Falcão, a jovem foi morta com um golpe contundente na cabeça.

A perícia identificou um trauma na fronte e testa da vítima, que provocou hemorragia. Não havia água nos pulmões ou região torácica. Como a investigação trabalha com a hipótese de feminicídio seguido de suicídio, praticado pelo companheiro de Liliane, Patrick Vans Zotti, de 24 anos, é provável que a mulher tenha sido morta na residência deles, localizada entre os municípios de Barracão e São José do Ouro, e transportada até a ponte do Rio Pelota, de onde foi lançada já sem vida.

Desde o crime, na noite do sábado (03), buscas têm sido feitas para localizar o copo de Patrick, mas nada foi encontrado. É possível que ele tenha pulado da ponte e morrido no rio que é bastante profundo e extenso.
Em entrevista, o delegado Falcão também disse que as investigações mostraram que o casal era considerado tranquilo, que não tinham desafetos ou qualquer ligação com consumo de entorpecentes.

Fonte: Radio Cacique

veja também
Bandidos assaltam posto de combustíveis em Tapejara
Pelo Brasil: candidato a vereador é preso com dinheiro na cueca
publicidade