Justiça determina internação de adolescente que confessou ataque em Charqueadas
22 agosto 2019 - 10h16
Visualizações: 40

A Justiça em Charqueadas aceitou representação do Ministério Público, nesta quarta-feira, e determinou a internação do adolescente que confessou ter atacado o Instituto Estadual de Educação Assis Brasil. O procedimento deverá ocorrer nas próximas horas sob sigilo, respeitando determinação do Estatuto da Criança e do Adolescente.



O jovem, ex-aluno da instituição, foi ouvido nesta tarde pela pela Polícia Civil e pela Promotoria de Justiça, e disse que sofria bullying.



Na ocasião, o professor de Educação Física da escola, Juliano Mantovani, também prestou depoimento. Ele relatou ter desarmado o adolescente, evitando consequências ainda mais graves. Após o crime, o garoto fugiu pelo portão principal. Na escola, foram encontradas garrafas de vidro vazias que possivelmente seriam usadas para fabricar coqueteis molotov, além de um isqueiro.

Ataque com machadinha
À tarde, por volta das 13h10min, ele invadiu a escola no bairro Vila Aços Finos Piratini e atacou alunos. Dois meninos de 14 anos, duas meninas de 12, uma de 13 e uma de 14 foram encaminhados para o Hospital de Charqueadas. Eles sofreram cortes superficiais e elas escoriações adquiridas no momento em que tentavam fugir. Todos já receberam alta.



De acordo com o chefe do Corpo de Bombeiros Voluntários da cidade, Maurico Naatz, o agressor portava um galão de gasolina e tentou atear fogo em um ambiente. “Espalhou por uma das salas e deu golpes num painel elétrico para ver se conseguia causar um incêndio, mas não conseguiu”, comentou.

fonte: Correio do Povo

veja também
CAIXA LIBERA VALOR COMPLEMENTAR DO SAQUE IMEDIATO A PARTIR DE 20 DE DEZEMBRO
Transito - Acidente deixa 05 mortos em SC
publicidade